terça-feira, 26 de maio de 2009

Áudio vaza e Lula diz para Chávez: "Vou eleger a Dilma"

JB - Uma falha da equipe de assessoria de imprensa da Presidência da República permitiu que jornalistas tivessem acesso ao áudio de uma reunião fechada do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o colega venezuelano Hugo Chávez, em Salvador, na Bahia. Durante a conversa, Chávez lamenta que os acordos de estratégia e de energia entre os países não estejam saindo. Em tom de brincadeira, Lula responde: "Calma Chávez, se eu eleger a Dilma, esses acordos vão sair. Eu vou ser o presidente da Petrobras e o Gabrielli (José Sérgio Gabrielli, atual presidente da empresa) será meu assessor".
Chávez ainda respondeu, também em tom de brincadeira: "e eu vou fazer o quê? Eu não quero fazer nada". A falha aconteceu quando a equipe distribuiu rádios para que os jornalistas acompanhassem a tradução simultânea de um encontro dos dois presidentes com a imprensa. O áudio dos equipamentos deu acesso à conversa entre os líderes. Os rádios funcionaram por cerca de três minutos, até os assessores recolherem as baterias dos equipamentos.
Os dois presidentes se reuniram no Hotel Pestana, em Salvador (BA). O encontro faz parte das reuniões trimestrais que os dois líderes governamentais realizam desde 2007. Na segunda-feira, Lula recebeu o presidente do Senegal, Abdoulaye Wade, também em Salvador.

Quem sou eu

Minha foto
Luciano Bonitão é formado em Comunicação pela PUC-RJ (turma do Henry Sobel) e só não terminou o mestrado porque a ponta do lápis quebrou. Declarações de amor, pedidos de emprego e contatos para shows: blogdobonitao@gmail.com