terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Kleber Leite compara Flamengo ao Japão do pós-guerra

O DIA - O mar no Flamengo não está para peixe. E as ondas se transformaram em tsunamis com cada vez mais dívidas surgindo para serem quitadas juntos aos jogadores do atual elenco. O vice-presidente de futebol Kleber Leite tentou apagar o fogo nesta terça-feira, dizendo que o clube tem apenas um mês de salários atrasados com os jogadores. Segundo Kleber, uma reunião será realizada com outros integrantes da diretoria para tentar uma solução. Mas ele fez questão de deixar claro que quem não conseguir "segurar a onda", pode procurar outra praia.
"Pagar em dia não é favor, é obrigação. E damos total liberdade para o jogador procurar outro caminho", comentou o dirigente, que chegou a comparar o Flamengo ao Japão do pós-guerra.
"De repente surge uma dívida do Gamarra de R$ 10 milhões, uma outra de R$ 1 milhão e assim vai. Aí o orçamento vai para o espaço. A facilidade que se tinha para alocar dinheiro por causa da crise mundial não existe mais", reclama.

Quem sou eu

Minha foto
Luciano Bonitão é formado em Comunicação pela PUC-RJ (turma do Henry Sobel) e só não terminou o mestrado porque a ponta do lápis quebrou. Declarações de amor, pedidos de emprego e contatos para shows: blogdobonitao@gmail.com