segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Xeique do Bahrein processa Michael Jackson em US$ 7 milhões por quebra de contrato

G1.com.br - O filho do rei do Bahrein (arquipélago situado na região do Golfo Pérsico) está processando o popstar Michael Jackson em US$ 7 milhões. De acordo com a agência de notícias Associated Press, o xeique Abdulla bin Hamad Al Khalifa está movendo um processo por quebra de contrato contra o cantor em uma corte de Londres. Uma audiência seria realizada na tarde desta segunda-feira (17). Em 2006, Jackson anunciou que lançaria um novo álbum pelo selo de Khalifa, 2 Seas Records. Relatos da imprensa local informam que o xeique argumenta que o trabalho prometido nunca foi entregue. Segundo o diário britânico "Telegraph", o xeique chegou a construir um estúdio de gravação para Jackson, pagou adiantado pelo disco e ainda o presenteou com um Rolls Royce no valor de US$ 270 mil. Ainda segundo o "Telegraph", os advogados de Michael Jackson afirmam que os pagamentos foram feitos como "presentes" de Khalifa, de quem o cantor teria ficado amigo em 2005, quando se mudou para o Bahrein após se livrar de acusações de abuso infantil nos Estados Unidos.
Na semana passada, Michael Jackson vendeu sua propriedade conhecida como Rancho Neverland, na Califórnia, por conta de dívidas no valor de US$ 24 milhões. O imóvel foi transferido para uma empresa da qual Jackson é acionista.

Quem sou eu

Minha foto
Luciano Bonitão é formado em Comunicação pela PUC-RJ (turma do Henry Sobel) e só não terminou o mestrado porque a ponta do lápis quebrou. Declarações de amor, pedidos de emprego e contatos para shows: blogdobonitao@gmail.com